IGREJA DO NAZARENO
Av. da Saudade, 965 • Ponte Preta • Campinas/SP
CEP 13041-670 • Tel.: (55.19) 3233.1552
 
 
 
Destaques
 
28/12/2014
Stress de Final de Ano

Normalidade. Pensando um pouco sobre o que significa esta palavra - qualidade ou estado de normal -, acabei chegando à conclusão de que não sabemos mais como definir o que é algo normal. O que diremos? Normal é aquilo que acontece segundo a norma, é algo habitual, natural. Não! Muito vago... muito distante do nosso mundo, que pra mim já está muito além de ser normal.

Apesar do desabafo acima, gostaria de discutir um pouco sobre a volta à normalidade, ou mais precisamente, a época do ano em que vivemos. O fim das nossas tão desejosas férias e o reinício de tudo aquilo que realmente faz parte de nosso cotidiano: acordar cedo, correr para lá, correr para cá, trabalhar, ter breve intervalo, trabalhar de novo, ver o aparecimento de problemas, buscar as resoluções, trabalhar mais um pouco, observar a hora não passar, nem ver a hora voar, sentir a cabeça ficar a mil, chegar em casa, resolver pendências, cuidar disso, arrumar aquilo, tentar dormir cedo, mas só conseguir tarde, e no dia seguinte saber que as coisas se repetirão, não necessariamente na mesma ordem, não necessariamente com os mesmos fracassos ou êxitos, mas que o mundo não pára e se pararmos, seremos atropelados.

Mas e então, você aproveitou as férias? Aproveitou a abençoada pausa a que tem direito, curta ou generosa, para repor as energias, repensar na vida e planejar aquilo que deseja realizar no novo ano que nasceu? No mundo globalizado, onde as coisas acontecem muito rapidamente, conseguir um período de tranqüilidade plena é um presente para nossas almas. Mesmo assim, há quem não consiga se desligar.

Você já ouviu falar no stress do fim de ano ou no stress do Natal? Pois então, existem pessoas que adoecem nessa época do ano simplesmente ao pensarem em tudo aquilo que esses momentos envolvem: Quais serão os presentes que deverei comprar? O que vamos ter para a ceia? O que deseja meu amigo secreto? Quando devo começar a preparar tudo? Será que faltou alguém? Ah, meu décimo terceiro já era. Algo semelhante acontece com pessoas que se encontram totalmente ociosas nas férias e, ao invés de descansarem, cansam-se mais ainda ao deterem seus pensamentos em algo que não as ajudarão a relaxar. E podem apostar que surtam de verdade! Agora, só me responda algo sobre ao meu desabafo inicial: esse mundo pode ser considerado normal? Deixa para lá...

Normal ou não, temos que entender que nós - seres humanos - somos como uma máquina que, se sobrecarregada ou utilizada em excesso, entra em pane e corre sério risco de quebrar. Precisamos de manutenção, precisamos ser desligados, precisamos recarregar as baterias para que funcionemos direito. Precisamos procurar algo que causará esse efeito em nós. Viagens, quebra de rotina, passeios pelo campo, não preocupação com o relógio, esquecimento do celular... ou qualquer outra coisa que faça seu corpo e sua mente serem renovados para o reinício que está à porta.

Os dias de férias são importantíssimos mesmo se não houver viagens marcadas, e temos que nos lembrar de que eles também fazem parte da normalidade, mas da normalidade do descanso, antes que chegue a normalidade do trabalho. Por isso, vamos tentar realmente viver um ano de 2015 segundo a regência da norma da nossa vida. Somos movidos pelo trabalho, mas detidos se não temos o descanso. Cada coisa em seu lugar.  

Aline Grippe, é tradutora e professora, formada em Letras pela Unesp

 
 
Nome
E-mail
Cidade
Estado
 
 
Nome
E-mail
Pedido
 

Domingo 
 09h l Culto Devocional
• 10h l Escola Bíblica Dominical
• 19h l Culto da Família/Evangelístico

2a. Feira l 14h l Artesanato 

3a Feira l 20h l Culto de Oração

4a Feira l 19h30 l SOS Família 

5a Feira l 20h l Cultos dos Ministérios

Sábado l 19h00 l Jovens e Adolescentes 

2a a 6a Feira
12h l Almoço com Deus 

 

IGREJA DO NAZARENO © Desde 2015 - Todos os direitos reservados